Posts Tagged ‘estudar melhor’

Como aproveitar ao máximo suas aulas de música!

aulanando

aula de guitarra

Quer ser um músico de alto nível? Antes de qualquer coisa, entenda:

1 – Técnica ninguém têm, adquire.

2 – Vocabulário ninguém têm, adquire.

3 – Experiência ninguém têm, adquire.

4 – Criatividade uns têm com mais espontaneidade outros com menos, porém todos precisam desenvolvê-la!

Junte os 4 itens e sua conclusão será: É um aprendizado. Sempre. Ninguém nasce pronto! No Brasil, temos a infeliz ideia disseminada de que música é ”dom” e quem toca bem simplesmente toca bem. Errado! Isso não existe! Música se estuda sim, música se aprende! É uma linguagem, uma atividade altamente técnica! Essa valorização do “cara que toca de ouvido, nunca foi na escola!” que temos por aqui, acaba sendo uma das mais nefastas diferenças entre nós e nossos colegas de outras partes do mundo, onde ninguém tem vergonha de dizer que estudou e que aprendeu o que sabe. Aqui é muitas vezes o contrário, a pessoa estuda e tem vergonha de dizer que toca bem, mas que estudou, como se isso fosse demérito! Imagina um engenheiro fazendo isso? Um médico? Um advogado tendo vergonha de dizer que estou “pra caramba”? Pois é, por que com os músicos deve ser diferente? Não é! Isso é um problema brasileiro e eu nem tenho ideia de onde veio ou como começou. Não caia nessa cilada. Vamos acabar com essa imbecilidade.

5 - Não tenha vergonha de dizer que não sabe! Todo mundo não soube um dia. Quem pergunta é ignorante uma vez, quem não pergunta fica ignorante pra sempre.

Especialmente na sua AULA. Seu professor está ali exatamente pra isso. Não perca tempo tentando impressionar seus professores mostrando o que você sabe. Deixe isso para os palcos. Na aula o foco é o que você não sabe ou sabe, mas não domina. Quer impressionar seu professor? Chegue detonando na próxima aula o que ele te passou pra estudar durante a semana! Você vai deixar o cara feliz, impressionado e vai ter levado o que está pagando, ou seja, novos conhecimentos e/ou aprimoramento.

6 – Saber e não dominar é quase a mesma coisa que não saber. O que conta é o que você domina.

7 – A explicação gera conhecimento (agora você sabe) e o treino subsequente leva ao domínio!

8 – Domínio vem de treino e treino é trabalho sério, longo, duro e cansativo. Quanto mais transpiração melhor. Lembre-se do lema das academias: No pain no gain (Sem dor sem ganho). Técnica de alto nível no instrumento segue o mesmo princípio. Sem choro nem atalho.

Quem realmente possui técnica de alto nível e diz que praticou/ estudou pouco está mentindo. Simples assim. Marketing pessoal vagabundo. Quis te impressionar e você, inocente, disse: “Uau! Imagina se tivesse treinado! O cara é muito talentoso mesmo!”.

Não seja bobo. Ok?

9 – Respeite seus limites no sentido de conhecer sua rotina, seus compromissos e se adequar a eles. Cada um avança numa velocidade, cada um têm seu timming. O importante é avançar sempre, não necessariamente avançar rápido. Estabeleça metas realistas e seu professor é a melhor pessoa pra te ajudar nessa tarefa. A meta é sempre empurrar os limites para mais longe. Música é uma escalada que dura a vida toda, ao final você descobre o quão alto chegou.

10 – Respeite e confie no seu professor, e principalmente, não seja preguiçoso e teimoso. Se ele disser “Toque dessa forma” não diga em resposta: “Mas não pode ser assim?…”. Se pudesse ele não teria dito nada. Simples, não?

Grande abraço e bom treino, bons estudos!

Nando Moraes